Resiliência, foi um termo que o yoga me ensinou

Mesmo sabendo seu significado nunca conseguia sentir, ou melhor, meu ego não permitia sentir. Meu ego resistia, brigava, controlava. A primeira série do ashtanga yoga trabalha muito nosso poder de adaptação.

No início tudo é muito estranho. Começando pelas questões mais simples; não usamos ar condicionado, não usamos musica, a sala de yoga não tem espelho e por aí vai. Depois o corpo começa a mudar, as posturas nos mostram um outro foco e coloca o corpo em situações que nunca imaginamos. As dores aparecem, e gera a dúvida: será que esse yoga é realmente para mim? Muitos desistem, recuam na primeira dor. Guruji dizia que a dor aparece em lugares em que o Prana (energia vital) não circula. Então se não tivermos resiliência, o Prana não vai entrar. A dor não vai passar. E a dúvida, um dos obstáculos para o caminho espiritual descrito nos Sutras, vai ganhar a batalha, e assim não nos transformamos e não conseguimos iniciar o caminho do yoga que tanto tínhamos desejo.